13 de março de 2012

Um olhar

Quero ainda algum tempo
Para cantar mais canções,
Contar mais estrelas,
Plantar mais flores
No coração,
Trilhar mais versos,
Romper barreiras,
Distribuir outros sorrisos,
Reler “O Pequeno Príncipe”,
Respirar mais verdes
E verdades,
Multiplicar afetos.

Tempo para aprender a olhar
Além dos outros olhos,
A estender incondicionalmente as mãos,
A ouvir mais que dizer,
A sofrer sem murmúrios
E seguir adiante.

Tempo para beijar a minha mãe,
Amar a minha mulher,
Abraçar meus irmãos,
Orar a Deus por meu pai.

Tempo para galgar degraus,
Subir em árvores
E montanhas,
Sentir a brisa,
Correr descalço,
Ouvir um samba
De Chico Buarque,
Aprender a dançar tango.

E quando eu me for
E o tempo já não fizer sentido,
Quero saber que tudo
O que vivi e desejei ter vivido
Não durou mais que o instante
De um olhar.

Poema do livro Canção para despertar os pássaros & novos planos de voo.

Um comentário:

Berzé disse...

Bom, sempre, te ler e visitar esse pedaço.
AbraçÀO!
BERZÉ